Sucesso da Coreia do Sul contra covid-19 rende vitória eleitoral a partido governista

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 16 de abril de 2020 as 12:44, por: CdB

O partido do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, conquistou a maioria absoluta nas eleições parlamentares, mostraram resultados nesta quinta-feira, em uma vitória avassaladora propiciada pelo sucesso dos esforços do país para conter o novo coronavírus.

Por Redação, com Reuters – de Seul

O partido do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, conquistou a maioria absoluta nas eleições parlamentares, mostraram resultados nesta quinta-feira, em uma vitória avassaladora propiciada pelo sucesso dos esforços do país para conter o novo coronavírus.

Pessoas com máscara para evitar disseminação do coronavírus em fila para votar em eleição na Coreia do Sul
Pessoas com máscara para evitar disseminação do coronavírus em fila para votar em eleição na Coreia do Sul

A eleição foi observada atentamente em todo o mundo por ser uma das primeira votações nacionais desde o início da pandemia.

As autoridades adotaram medidas de segurança rigorosas, desinfetando todas as 14 mil seções eleitorais e exigindo que os eleitores usassem máscaras, se submetessem a medições de temperatura, usassem álcool antisséptico e luvas plásticas e mantivessem uma distância segura uns dos outros.

Impulsionado pela votação antecipada intensa do final de semana, o comparecimento foi de 66,2%, a taxa mais alta de qualquer eleição parlamentar desde 1992, de acordo com a Comissão Eleitoral Nacional.

Pacientes com coronavírus

Cerca de 2,8 mil pacientes com coronavírus tiveram permissão de votar pelo correio ou em pessoa, neste caso usando cabines especiais, e mais de 13 mil em quarentena voluntária depositaram suas cédulas após o fechamento das seções.

Os índices de aprovação de Moon e de seu Partido Democrata sofreram um golpe duro em fevereiro, quando o primeiro grande surto fora da China atingiu a Coreia do Sul, que já sofria com uma estagnação econômica e uma série de escândalos políticos domésticos.

Mas desde então, a campanha amplamente bem-sucedida do governo contra o vírus se mostrou um tônico para a popularidade de Moon e de seu partido progressista.

O campo governista obteve 180 das 300 cadeiras do Parlamento unicameral, mais do que as 120 atuais. A principal coalizão de oposição conservadora conquistou 103 assentos, segundo a Comissão Eleitoral Nacional.

Esforços

– O povo empoderou nossos esforços desesperados para superar a crise nacional ao longo desta eleição – disse Moon em um comunicado, agradecendo os cidadãos por obedeceram a diretriz de segurança e pelo alto comparecimento nas urnas.

O ex-primeiro-ministro Lee Nak-yon, que comandou a campanha do partido governista, disse em um pronunciamento na televisão que a vitória foi um “comando firme” dos eleitores para se combater o vírus e minimizar seu impacto econômico.

Uma maioria no Parlamento ajudará Moon a levar sua pauta adiante em seus dois últimos anos no cargo, o que inclui políticas fiscais mais frouxas visando a criação de empregos, um salário mínimo maior e um engajamento com a Coreia do Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *