Supremo autoriza extradição de mafioso italiano 

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Polícia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 30 de junho de 2021 as 12:47, por: CdB

 

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a extradição imediata de Nicola Assisi, condenado na Itália por tráfico de drogas e acusado de integrar a máfia ‘ndrangheta, multinacional do crime surgida na região da Calábria.

Por Redação, com ANSA – de Brasília

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou na terça-feira a extradição imediata de Nicola Assisi, condenado na Itália por tráfico de drogas e acusado de integrar a máfia ‘ndrangheta, multinacional do crime surgida na região da Calábria.

Passaporte falso utilizado por Nicola Assisi

A decisão foi aprovada de forma unânime pelos ministros Gilmar Mendes, que preside a turma, Cármen Lúcia, Edson Fachin, Nunes Marques e Ricardo Lewandowski.

Grupo criminoso

Assisi foi preso em 8 de julho de 2019, em Praia Grande (SP), com seu filho Patrick, cuja extradição também já está autorizada pela Segunda Turma, embora ele siga preso no Brasil. Assisi, 63 anos, tentava substituir a prisão preventiva pela domiciliar por estar no grupo de risco da covid-19, mas o STF negou o pedido.

Ele e seu filho são acusados de ligação com a máfia ‘ndrangheta, hoje o principal grupo criminoso da Itália, embora seja menos famosa que a Camorra e a Cosa Nostra.

A ‘ndrangheta tem forte atuação no tráfico internacional de drogas e parcerias com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code