PSL quer que Flavio Bolsonaro devolva dinheiro pago a advogado suspeito

Flávio Bolsonaro foi eleito, no Rio de Janeiro, para o Senado

O advogado Vitor Granado recebeu os recursos durante 13 meses e meio de contrato para serviços jurídicos ao PSL do Rio, então comandado por Flávio Bolsonaro. O custo aos cofres públicos foi de ao menos R$ 500 mil. Segundo o empresário Paulo Marinho, Granado teria recebido informações de um delegado da PF sobre uma operação a ser deflagrada.

Continue lendo