Câmara aprova urgência na devastação da Amazônia

O PL foi votado com urgência a pedido do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). Ele determina as condições na quais poderá haver a pesquisa, mineração e aproveitamento de recursos hídricos em terras indígenas. Em tese, o texto define que os povos indígenas afetados sejam consultados, mas eles não terão poder de veto. 

Continue lendo