Vaticano ameaça demitir quem recusar vacina anti-covid

O Vaticano ameaçou demitir funcionários que recusarem se vacinar contra o novo coronavírus sem apresentar comprovadas razões de saúde. Um decreto editado recentemente pelo presidente da Pontifícia Comissão do Estado da Cidade do Vaticano, cardeal Giuseppe Bertello, prevê uma linha dura contra os antivacinas.

Continue lendo