Pashinyan apela que chefe do Estado-Maior da Armênia renuncie

Após militares exigirem saída do premiê da Armênia, Nikol Pashinyan, do poder, este afirmou que as Forças Armadas não devem se ocupar da política. Durante manifestação de apoiadores na capital Erevan, Pashinyan disse que cogitou em renunciar após o último conflito em Nagorno-Karabakh, mas que tomou outra decisão.

Continue lendo

Irã apresenta protesto formal para Armênia e Azerbaijão

Rouhani afirmou em uma reunião de gabinete que é “totalmente inaceitável” que qualquer bomba-morteiro ou míssil caia em solo iraniano, depois que a mídia local alegou que projéteis perdidos dos combates pelo enclave de Nagorno-Karabakh caíram em aldeias perto da fronteira noroeste do Irã, ferindo uma criança e danificando edifícios.

Continue lendo