Contas externas voltam a apresentar saldo negativo catastrófico

O volume de exportações da China tem aumentado a cada semana, após controlada a pandemia de covid-19

Segundo o relatório do BC, a redução no déficit decorreu das retrações de US$ 2,7 bilhões e de US$ 900 milhões nas despesas líquidas de renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários) e de serviços (viagens internacionais, transporte e aluguel de investimentos, entre outros). O superávit comercial (exportações de produtos maiores que as importações) recuou US$ 1,3 bilhão.

Continue lendo