Bolsonaro visita CIA, em meio a polêmica sobre armamento de milícias

Bolsonaro foi conduzido ao centro de uma rumorosa investigação sobre o tráfico de armas — supostamente de origem do arsenal da Marinha dos EUA, sob o patrocínio da Agência — para o líder miliciano Ronnie Lessa. A suspeita provocou o questionamento, por parte dos partidos de oposição, acerca do motivo que levou Bolsonaro à reunião na sede da CIA.

Continue lendo