Ofensa de Bolsonaro repercute na ONU

O presidente também sofreu perda de apoio entre os mais ricos, aqueles com renda mensal acima de 10 salários mínimos

Por Rui Martins – Acontecimento inédito na história da Organização das Nações Unidas, provocou surpresa e espanto, ao se saber, na ONU, que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro tinha ofendido a ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, Alta Comissária de Direitos Humanos, e defendido o ditador Pinochet.

Continue lendo