Ex-agente condenado por matar Floyd pede novo julgamento

Os advogados de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis, nos Estados Unidos, condenado pela morte do afro-americano George Floyd, pediram um novo julgamento. Na solicitação, a defesa do ex-agente afirmou que Chauvin teve negado o direito a um julgamento justo e que o veredito não era compatível com a lei.

Continue lendo