Ata do BC indica que taxa de juros permanece, este ano, no piso atual

O Copom avaliou que as condições para a manutenção do ‘forward guidance’ seguem satisfeitas. O comitê considera que as expectativas de inflação, assim como as projeções de inflação de seu cenário básico, encontram-se significativamente abaixo da meta de inflação para o horizonte relevante de política monetária; o regime fiscal não foi alterado.

Continue lendo

Copom ainda não é unânime quanto à queda na taxa de juros

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, afirmou nesta sexta-feira que os membros do Comitê de Política Monetária (Copom) têm apetites diferentes para testar o limite para os juros básicos, também ponderando que o próprio cálculo dessa fronteira é feito de maneiras distintas.

Continue lendo

Copom reduz taxa de juros ao menor patamar da série histórica

Presidente do BC, Campos Neto prevê a queda dos juros, ainda este ano

A decisão do Copom leva o juro básico recuou ao menor patamar desde 1999, quando entrou em vigor o regime de metas para a inflação, no país. A decisão do BC, em meio à pandemia do coronavírus, segue o exemplo de outros bancos centrais do mundo, a exemplo do Federal Reserve (BC norte-americano) e o Banco da Inglaterra.

Continue lendo

Reunião do Copom começa avaliar a taxa de juros básicos da economia

No início da semana passada, a maioria das instituições financeiras consultadas pelo boletim Focus, do Banco Central, previa a manutenção da Selic, que está no menor nível da história. No entanto, a forte alta do dólar e a queda da bolsa nos últimos dias provocaram uma inversão de expectativas. A curva de juros no mercado futuro subiu.

Continue lendo

Reunião do Copom começa com previsão de queda nas taxas de juros

A maioria das instituições financeiras consultadas pelo BC prevê redução de 0,25 ponto percentual, para 4,25% ao ano, o menor nível da história, nesta reunião. No entanto, parte dos analistas acredita que a recente alta do dólar e do preço da carne pode fazer o BC manter a taxa em 4,5% ao ano e adiar a queda para os próximos meses.

Continue lendo

BC aponta ‘alguma aceleração’ da economia nos próximos trimestres

“Os trimestres seguintes devem apresentar alguma aceleração (do crescimento econômico), que deve ser reforçada pelos estímulos decorrentes da liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS-Pasep) – com impacto mais concentrado no último trimestre de 2019”, acrescenta o Copom.

Continue lendo

Economia brasileira crescerá gradualmente, diz Copom

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) estima que a economia deve ter apresentado crescimento no terceiro trimestre e pode acelerar nos períodos seguintes. É o que diz a ata da última reunião do Copom, divulgada nesta terça-feira, em Brasília. No último dia 30, o comitê reduziu a taxa básica de juros, a Selic, para 5% ao ano, com corte de 0,5 ponto percentual.

Continue lendo