Há duas décadas, o Correio do Brasil sempre e cada vez mais Humanista

Cada uma das mais de 7,2 mil edições publicadas é comemorada como a vitória sobre os nazistas na Batalha de Stalingrado

Por Gilberto de Souza – É esta sensibilidade do jornal para a relevância dos fatos que garante o direito à informação aos leitores, um número cada vez maior de pessoas que tenta se desprender das amarras de uma teia global de rádios, jornais, revistas e, mais do que nunca, blogs e sites estabelecidos para avalizar o sistema de injustiças e opressão em que vivemos.

Continue lendo