A destruição do Brasil

Por Paulo Kliass – Em nenhum outro momento da história de nosso país um presidente eleito chegou a níveis tão altos de avaliação negativa passados apenas alguns meses desde sua posse.

Continue lendo

Previdência no Senado

Por Paulo Kliass – A tramitação da Reforma da Previdência no Senado Federal segue avançando sem muito estardalhaço e pode comprometer o futuro do modelo de seguridade social ainda existente em nosso País. Depois de aprovada em 2 votações no interior da Câmara dos Deputados, agora a matéria está em avaliação na chamada casa revisora do nosso sistema congressual.

Continue lendo

Bancos, lucros e juros

Por Paulo Kliass – Um dos graves problemas que acometem a sociedade brasileira é a nossa impressionante capacidade de acomodação e incorporação dos desastres como se eles fossem algo normal em nosso meio.

Continue lendo

Lições argentinas

Por Paulo Kliass – Os resultados do processo eleitoral ocorrido na Argentina no domingo passado provocaram efeitos imediatos sobre o cenário político e econômico deste lado da fronteira.

Continue lendo

FMI aponta fatores para o declínio econômico da América Latina

O FMI monitora as condições econômicas da América Latina, diante da crise de segurança, em curso

Alejandro Werner, diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI, escreveu nesta segunda-feira que a produção mostrou queda, com fatores climáticos afetando a produção de minério no Chile e a produção agrícola no Paraguai, enquanto a atividade de mineração no Brasil desacelerou após um desastre na barragem da Vale em Brumadinho (MG).

Continue lendo

Confiança do consumidor brasileiro chega ao fundo do poço

O Índice de Expectativas recuou 2 pontos, alcançando 97,7 pontos e permanecendo abaixo do patamar de 100 pontos pelo quarto mês consecutivo. O otimismo quanto à evolução da situação financeira das famílias foi o que mais contribuiu para esse resultado, ao cair 4,1 pontos. Trata-se do patamar mais baixo até hoje, em termos históricos.

Continue lendo

Confiança dos industriais volta a declinar com alongamento da crise

De acordo com a FGV, o recuo foi provocado pela avaliação dos empresários da indústria em relação ao presente e ao futuro, diante de uma crise econômica que se prolonga por mais de três anos. O Índice da Situação Atual, que mede o presente, recuou 2,5 pontos, para 94,1 pontos, o menor valor desde outubro de 2018 (93,4 pontos).

Continue lendo