Itália: médicos são indiciados por morte de Davide Astori

Galanti, que é ex-diretor do centro de medicina esportiva do hospital de Careggi, foi condenado a um ano de prisão por homicídio culposo, pois errou no diagnóstico de Astori. Ele foi o último médico a assinar o certificado de aprovação para o ex-defensor conseguir jogar, datado de julho de 2017.

Continue lendo