FMI reduz projeção do PIB brasileiro para 2% em 2020

O FMI vê agora crescimento de 0,9% do Brasil em 2019, um aumento de 0,1 ponto percentual em relação à estimativa feita em julho

O Fundo Monetário Internacional reduziu a projeção de crescimento para o Brasil em 2020 para 2% e avaliou que os desequilíbrios fiscais do país são um dos fatores que vão contribuir para manter a atividade econômica na América Latina com expansão anual abaixo de 3% no médio prazo. No relatório Perspectiva Econômica Global, divulgado nesta terça-feira, o Fundo estimou que o Brasil deve crescer um pouco mais em 2019 do que o projetado anteriormente, mas mostrar uma recuperação mais fraca em 2020.

Continue lendo

Economia não deslancha e serviços tem pior agosto em dois anos

O volume de serviços no Brasil voltou a recuar em agosto pressionado pelo setor de transportes, no ritmo mais fraco para o mês em dois anos e destacando a dificuldade de recuperação do setor. No mês, o setor de serviços apresentou recuo de 0,2% na comparação com julho, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Continue lendo

IGP-10: deflação chega a 0,29% em setembro

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) teve deflação de 0,29% em setembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira. A queda foi menor que a vista em agosto (-0,47%). Em 2019, o IGP-10 sobe 3,62% no ano e, em 12 meses, avança 3,65%.

Continue lendo