Bancos represam crédito já liberado para pequenos e médios empresários

O agravamento diário das consequências da crise da pandemia não parece ter sensibilizado em nada o núcleo mais ideológico do governo do capitão Bolsonaro

Os bancos até agora distribuíram apenas 5% dos R$ 40 bilhões da linha de crédito para ajudar no pagamento da folha de pequenas e médias empresas, fortemente afetadas pelas quarentenas. O empresário José Eutimio Brandão Jr dispensou 50 dos 170 funcionários que trabalhavam em seus empreendimentos: um bar, restaurante, padaria e uma boate, no Estado de Alagoas.

Continue lendo