Berlim – Filme ridiculariza o machismo católico na Macedônia

Por Rui Martins, de Berlim – Depois do anticlerical Graças a Deus, do francês François Ozon, o Festival Internacional de Cinema reincide com outro filme de crítica à religião, e, desta vez, o alvo é a Igreja Ortodoxa da Macedônia. Uma festa, na data da Epifânia, que consiste no desafio de recuperar uma cruz lançada ao rio pelo padre local, caiu no ridículo, pois pela primeira vez, em toda Macedônia, foi uma mulher a mais rápida, desencadeando uma reação machista.

Continue lendo