Brasileiro, diretor-geral da OMC Roberto Azevêdo renuncia ao cargo

Roberto Azevêdo disse que tomou uma decisão pessoal, para ajudar no processo de substituição do seu cargo, na OMC

Por Rui Martins – Em uma reunião virtual de todos os membros da OMC, nesta quinta-feira, o brasileiro diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevedo, anunciou que deixará seu cargo no fim de agosto, abreviando seu segundo mandato de exatamente um ano. Não poderia ter escolhido um pior momento econªomico mundial para essa renúncia.

Continue lendo

A misteriosa diplomacia do governo Bolsonaro dá sinais preocupantes

Seu discurso de posse — um momento em que o chefe das Relações Exteriores costuma dar as diretrizes de como pretende trabalhar a política externa — apenas serviu para confirmar as ideias que Araújo havia demonstrado em seu blog nos últimos meses, do antiglobalismo à defesa da religião, em sinais avessos à tradicional diplomacia brasileira.

Continue lendo