Mercados de olho em decisão do Fed sobre juros

O corte será o terceiro neste ano, levando a taxa de juros para a faixa entre 1,50% a 1,75%

Quando as autoridades do Federal Reserve concluírem sua reunião de política monetária ainda nesta quarta-feira, podem ter finalmente obtido sucesso em separar as ações que adotam no gerenciamento da carteira do banco central norte-americano das decisões sobre a taxa de juros. Investidores que aguardam os comentários do Fed nesta quarta-feira estão agora livres para focar no que normalmente é a principal atração da reunião de política monetária: a direção da taxa de juros.

Continue lendo

Fed planeja novo corte de juros para conter desaceleração

Em meio ao que se tornou uma década de ouro para o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos cortou as taxas de juros em pequenas levas duas vezes na década de 1990, conseguindo ajudar a economia norte-americana a continuar crescendo apesar do investimento e do crescimento fracos no exterior. O Federal Reserve de hoje espera que uma terceira vez se prove igualmente eficaz.

Continue lendo

Para especialista, corte de juros nos EUA pode ser bom para Brasil

O Federal Rserve (Fed) anunciou nesta quarta-feira a diminuição da taxa de juros pela segunda vez em 2019, reduzindo a taxa básica de juros de 1,75% a 2%. Já o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central do Brasil também anunciou no fim da tarde de quarta-feira reduzir a taxa básica de juros de 6% para 5,5% ao ano.

Continue lendo

Fed retoma uso de instrumento para acalmar mercados

O Federal Reserve injetou na terça-feira bilhões de dólares no sistema financeiro por meio de uma ferramenta que não utilizava havia mais de uma década, a fim de acalmar os mercados de taxas de juros, uma vez que os empréstimos diminuíram em parte devido a enormes pagamentos de impostos e ofertas de títulos.

Continue lendo