Festival de Locarno dá um tabefe em Bolsonaro

Por Rui Martins – O prêmio de melhor interpretação ao índio Regis Myrupu, no filme A Febre de Maya Da-Rhin, pelo Festival Internacional de Cinema de Locarno, é justo e merecido, porém, é também um tabefe na política brasileira do presidente Bolsonaro.

Continue lendo

Presença marcante do Brasil, diz diretor do Festival de Locarno

Frase diplomática ou irônica? O fato é que logo depois de ter dito haver uma presença marcante do cinema brasileiro no Festival Internacional de Locarno, embora sejam só dois filmes e fora da competição internacional, seu diretor Carlo Chatrian reconheceu ter recebido mais filmes, mas que a qualidade é um dos critérios de seleção e […]

Continue lendo

Mau sinal, só dois filmes brasileiros em Locarno

Com a presença de apenas dois filmes brasileiros em destaque no próximo Festival Internacional de Cinema de Locarno, de duas uma: ou os realizadores de bons filmes levaram suas produções para Cannes, Veneza e Berlim ou, a pior hipótese, baixou a qualidade da nossa cinematografia. A relação dos filmes selecionados para o Festival Internacional de […]

Continue lendo

Diretor do Festival de Locarno dirigirá Berlinale

A notícia não é ainda oficial mas será anunciada sexta-feira em Berlim: o atual diretor do Festival de Cinema de Locarno, o italiano Carlo Chatrian, de Torino, 46 anos, substituirá o alemão Dieter Kosslick, que aos 70 anos, deixará a direção do Festival de Cinema de Berlim, Berlinale, em maio de 2019. Kosslick dirige a […]

Continue lendo