Fuga de capitais, no Brasil, foi maior do que em outros países emergentes

Isso não significa, contudo, que não haja algum otimismo. Alguns analistas chamam atenção para a melhora, ainda que tímida, do fluxo cambial, para a percepção de um real com excesso de desvalorização e para a conta corrente equilibrada. A dúvida é se essa melhora na margem tem força para continuar, especialmente considerando as dificuldades do Brasil em lidar com a pandemia.

Continue lendo

Em meio à pior fuga de capitais em duas décadas, Guedes culpa coronavírus

No mesmo dia em que a nota do país foi rebaixada, a Bolsa de Valores registrou a maior fuga de capital estrangeiro desde o início da contabilização dos dados, em 1994. Os investidores estrangeiros retiraram R$ 3,068 bilhões da bolsa no retorno do feriado de Carnaval, em meio à conflagração política, no país, e ao pânico generalizado com a rápida disseminação do novo coronavírus.

Continue lendo