Combustível em alta atinge parcela mais frágil da população

O último aumento de GLP praticado pela Petrobras foi no dia 5 de agosto

Os reajustes progressivos, anunciados pela Petrobras, estão “retirando a renda de setores muito precarizados em que o preço dos combustíveis interferem na sua remuneração”, afirma o Dieese. Em pouco mais de dois meses, os reajustes acumulados no ano nas refinarias já chegaram a 54% na gasolina, ultrapassando a casa dos R$ 5 na maioria dos postos.

Continue lendo