Em memória às vítimas do Holocausto

Por Sheila Sacks – O historiador e documentarista inglês Laurence Rees, em seu livro “Holocausto, uma nova história” (2017) chama a atenção para o fato de que o holocausto não foi uma obra de louco. “Na reunião em que se decretou a solução final, havia 15 pessoas, oito delas eram doutores universitários, vários especialistas em Direito”, assinala.

Continue lendo