Aliado de Bolsonaro pede sua renúncia em meio a esparrela jurídica

Bolsonaro e seu guru Olavo de Carvalho

O caso mais grave, no entanto, é o possível envolvimento do presidente e de seus filhos com a milícia armada que age no Rio de Janeiro. Também nesta quarta-feira, o ex-assessor da família Fabrício Queiroz, que atuava por último no gabinete do então deputado estadual, hoje senador, Flávio Bolsonaro, admitiu em juízo a existência de um esquema de “rachadinha”.

Continue lendo