Weintraub teme ser preso antes de tomar posse no novo emprego

Após anunciar sua saída do Ministério da Educação do governo de Jair Bolsonaro, Abraham Weintraub escreveu no Twitter que também deixará o Brasil nos próximos dias. Ele teme ser preso, a qualquer momento, no âmbito de um processo em curso no Supremo Tribunal Federal (STF), por chamar os ministros de “vagabundos”.

Continue lendo