Pandemia: UE tenta salvar modelo econômico neoliberal e sua ideologia

"Na França, o movimento altermundialista se instalou no debate político com a constituição da ATTAC . Espera-se que essas discussões sejam retomadas", sustenta a correspondente do CdB, em Paris, Marilza de Melo Foucher.

Por Marilza de Melo-Foucher – Como usualmente acontece, os países mais ricos foram os defensores da austeridade orçamentária, reagindo de modo negativo a qualquer tipo de ajuda aos países acusados de serem “economicamente negligentes”. Vale salientar que os países europeus, e a França em particular, estão sujeitos à austeridade orçamentária decretada pelos critérios de Maastricht, segundo os quais, por exemplo, as instituições não podem exceder 3% do déficit.

Continue lendo

América do Sul mostra o caminho: não ao neoliberalismo

Por Pepe Escobar – O neoliberalismo está, literalmente, queimando. E do Equador ao Chile, a América do Sul, mais uma vez, está mostrando o caminho. Contra a cruel e única receita de austeridade do FMI, que utiliza armas de destruição econômica em massa para esmagar a soberania nacional e promover a desigualdade social, a América do Sul finalmente parece pronta para recuperar o poder de forjar sua própria história.

Continue lendo

Quando a farinha é pouca, meu pirão primeiro

Por Maria Fernanda Arruda – Ancorados na maior crise do capitalismo, iniciada nos Estados Unidos em 2008, cujos reflexos até hoje são sentidos em diversos países, especialmente nos periféricos (como é o caso brasileiro), os porta vozes do conservadorismo têm brandido o receituário neoliberal.

Continue lendo