9 de Julho: quando os paulistas comemoram uma derrota

Era o início, em 1932, de uma lavagem cerebral com o objetivo de destruir o Getúlio Vargas do mapa, e endeusar os bandeirantes assassinos de índios durante mais de 100 anos.

Por Sergio Caldieri – Os paulistas nunca engoliram Getúlio Vargas na destruição da política do café paulista com o leite mineiro, em 1930. E com isto, o nome de Getúlio Vargas foi banido das ruas, praças, avenidas, escolas, faculdades, universidades, hospitais, prédios, bairros, cidades, etc…

Continue lendo

Greve e mais crise no governo

Na outra ponta, o governo perdido na sua imunocompetência, tentando  ganhar popularidade apostou em mostrar o Bolsonaro e o Moro nos jogos de futebol do Flamengo e da seleção.

Continue lendo

O pato manco

Para além da ‘reforma’ da Previdência e seu furor austericídico, o “Posto Ipiranga” não conseguiu sinalizar para a sociedade com algum projeto, seja de desenvolvimento, seja de recuperação da economia.

Continue lendo

Fragmentos de uma realidade sombria

Por Alfredo Herkenhoff – No carnaval, rolou a oportunidade de se exibir rapidamente que o novo governo já não tem base social nenhuma. A base social que lhe resta é a real, é a que sempre foi dele.

Continue lendo