Berlim – Graças a Deus, o crime está prescrito

Por Rui Martins, de Berlim – Quando Alexandre vê, numa cerimônia religiosa, o padre Bernard Preynat, que dele abusou, ainda trabalhando na Igreja com crianças, ele e outras vítimas tomaram medidas legais contra o pedófilo, diante da cumplicidade do arcebispo. O julgamento será dia 7 de março em Lyon.

Continue lendo