Brasil, ame-o e deixe-o queimar

Por Rui Martins – O desmatamento de hoje, além de ser um crime ambiental, é uma lenta autodestruição de nosso território. Como se dizia no filme Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha — “o sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”.

Continue lendo