Crise no PSL se agrava e ameaça estabilidade do atual governo

Parlamentares dissidentes do PSL apresentaram uma lista com 27 assinaturas indicando Eduardo como líder

Hasselmann também citou os “puxa-sacos” que ficam ao redor de Bolsonaro “aplaudindo ações” prejudiciais ao governo e ao país, mas que ela não faz parte disso. Por Redação – de Brasília A troca de farpas envenenadas entre os filhos do presidente Jair Bolsonaro, com sua participação ativa na crise em que naufraga o principal partido […]

Continue lendo