Dólar mais caro reduz volume de compras dos brasileiros, no exterior

Embora existam outros fatores, a cotação do dólar foi a principal causa da redução nas despesas dos viajantes. Em 2019, a moeda norte-americana terminou com alta de 3,5%  em um ano de fortes turbulências no mercado de câmbio, que chegou a registrar uma desvalorização do real de quase 10%. No fim de novembro, a cotação do dólar atingiu recorde histórico, fechando a R$ 4,24.

Continue lendo

Indústria leva novo tombo e frustra previsões dos economistas mais experientes

Em novembro, a produção industrial brasileira recuou 1,2% em relação a outubro, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse resultado anula parte da expansão acumulada de 2,2% entre agosto e outubro e é a leitura mais fraca desde a queda de 1,4% vista em março. Para meses de novembro, a queda foi a mais forte desde 2015, quando a indústria encolheu 1,9%.

Continue lendo