A namoradinha do Bolsonaro

Por José Ribamar Bessa Freire – A humanidade fenece, quando a arte não se reparte, quando fica sem um baluarte, aprisionada no quartel, para quem Regina, que por ironia é Duarte, bate continência ostensiva, ou quando os mártires são esquartejados pela tortura, que ela justifica.

Continue lendo

Onde está o foco do nazifascismo brasileiro?

Por Rui Martins – A pergunta agora é: como o Brasil, cujos pracinhas chegaram mesmo a lutar na Itália contra o Eixo nazifascista, tem atualmente um governo simpático a Hitler e Mussolini, embora, ao mesmo tempo, num esforço de equilibrismo, queira manter amizade e colaboração com Israel?

Continue lendo