Irã promete retaliação por morte de cientista

Presidente iraniano, Hassan Rohani, disse que morte do especialista "não perturbará" os avanços científicos do país

O presidente iraniano, Hassan Rohani, acusou neste sábado Israel de querer “semear o caos” e de agir como “mercenário” dos Estados Unidos, acusando o país pelo assassinato de um dos principais cientistas no programa nuclear iraniano, um crime que, segundo as autoridades do país, deve ser “punido”.

Continue lendo