Durante sabatina, Aras defende MP moderno e desenvolvimentista

Aras disse que “talvez a principal tarefa da Procuradoria-Geral da República seja combater os crimes de colarinho branco”. Foto: Lula Marques

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a chefia da Procuradoria-Geral da República (PGR), o subprocurador-geral Augusto Aras defendeu nesta quarta-feira, em sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, um MP moderno e desenvolvimentista, que deve atuar de forma multidisciplinar e se afastando de “caprichos pessoais”.

Continue lendo