Jornalista não é vacinado contra má notícia

Por Rui Martins – Não há uma vacina, um soro, um antídoto que possa proteger o jornalista dos impactos ou das dores provocados pelas más notícias, seja ao fazer seu relato descritivo ao vivo daquilo do qual é testemunha, seja ao elaborar seu comentário distante e solitário do ocorrido.

Continue lendo