Evangelismo lançou o Brasil numa nova Idade Média

Por Rui Martins – Sem dúvida, este ano marcou o fim da hegemonia político-religosa da Igreja Católica no Brasil, suplantada pelo advento do fenômeno político-religioso do Evangelismo populista, uma simplificação e deturpação das denominações protestantes originárias da Reforma.

Continue lendo