Eleição 2020: desincompatibilização do dirigente sindical

Apesar da existência de pensamento diverso, esta é a recomendação do Diap aos dirigentes sindicais que desejem se candidatar

Por Antônio Augusto de Queiroz -“Em atenção às várias consultas sobre a necessidade ou não de afastamento do dirigente sindical para concorrer ao pleito municipal, resolvemos escrever este artigo para esclarecer o tema, que é controverso em face da recente mudança havida na forma de financiamento das entidades sindicais.”

Continue lendo

Êxito sindical

Por João Guilherme Vargas Netto – “Ao buscarem a base convencendo os trabalhadores da necessidade do sindicato e de seu papel devem ser valorizados aqueles temas de mobilização locais e específicos”

Continue lendo

Há vida no movimento sindical

Por João Guilherme Vargas Netto – No Rio Grande do Sul está acontecendo a maior greve de professores das escolas públicas nos últimos tempos e olha que lá o CPERS (sindicato estadual da categoria) tem tradição de luta.

Continue lendo

Ampliar a mobilização em defesa da Unicidade Sindical

Por Adilson Araújo – Contra as pretensões do governo de implantar o plurisindicalismo selvagem, a Direção Executiva Nacional da CTB, em reunião encerrada no último dia 27 em Curitiba, decidiu realizar uma ampla campanha em defesa das entidades sindicais, contra os ataques aos direitos da classe trabalhadora e o desmonte da organização sindical.

Continue lendo

Brics sindical

Por João Guilherme Vargas Netto – Em Brasília, reuniram-se as delegações sindicais dos países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) para discutirem “questões relativas ao mundo do trabalho e à promoção da democracia e dos direitos e interesses dos trabalhadores e trabalhadoras”, segundo a declaração final aprovada.

Continue lendo

Novas tecnologias, reflexões para os trabalhadores e o movimento sindical

Por Augusto Vasconcelos – O domínio da robótica e da inteligência artificial caracterizam o que se convencionou denominar de “Quarta Revolução Industrial”. Alguns autores e até mesmo o Banco Mundial estimam que milhares de empregos serão dizimados em uma década. Profissões estariam ameaçadas, inclusive algumas que demandam maior complexidade técnica.

Continue lendo