Amazonas e empresários assinam termo para manter lojas abertas

Flexibilização ocorre após registro de 5.173 mortes por covid-19

Representantes dos setores de comércio e serviço se comprometeram a assinar um termo de ajustamento de conduta (TAC) com o governo do Amazonas e com o Ministério Público Estadual visando estabelecer novos critérios para o setor de forma a manter os negócios funcionando em meio à pandemia que já matou pelo menos 5.173 pessoas no Estado.

Continue lendo