Tiro de festim

Por Jaime Sautchuk – Tanto estardalhaço na campanha eleitoral, mas a tal liberação do uso de armas de fogo pelo ocupante do Palácio do Planalto, em Brasília, acabou sendo um tiro pra cima. Um faz de contas pra agradar a bancada da bala no Congresso Nacional e a indústria de armas. Medida de todo contraditória.

Continue lendo