Fim da prisão em segunda instância será julgado na quinta-feira

Caso a posição seja revista pela maioria dos ministros, a medida pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, marcou para a próxima quinta-feira o julgamento no plenário três ações que tratam da legalidade da prisão de condenados em segunda instância. Serão julgadas as ações apresentadas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelos partidos PCdoB e Patriota.

Continue lendo