Taiwan evita plebiscito sobre independência formal da China

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 3 de dezembro de 2003 as 03:32, por: CdB

O governo de Taiwan não vai convocar um referendo sobre a independência formal da China, já que isso violaria as promessas do presidente da ilha, Chen Shui-bian, no dia de sua posse em 2000, garantiram nesta quarta-feira fontes oficiais. 

A promessa presidencial de convocar um referendo defensivo contra a China no mesmo dia das eleições de 2004 será concretizada com o pedido ao país para que desmantele as centenas de mísseis que mantém nas cercanias de Taiwan, disse o secretário geral do governante Partido Democrata Progressista, Lee Ying-yuan.