Técnico do Leicester diz não precisar de incentivo extra para derrotar Manchester City

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 2 de maio de 2019 as 13:30, por: CdB

O Liverpool pode voltar ao topo da tabela se derrotar o Newcastle United no sábado, mas só entrará em vantagem na última rodada da liga inglesa em 12 de maio se o Leicester conseguir ao menos um empate fora de casa contra o City.

Por Redação, com Reuters – de Londres/Barcelona

O técnico do Leicester City, Brendan Rodgers, diz que não precisa de qualquer incentivo adicional para fazer um favor a seu ex-time Liverpool na disputa pelo título inglês quando sua equipe enfrentar o Manchester City na segunda-feira.

Técnico do Leicester City, Brendan Rodgers

O Liverpool pode voltar ao topo da tabela se derrotar o Newcastle United no sábado, mas só entrará em vantagem na última rodada da liga inglesa em 12 de maio se o Leicester conseguir ao menos um empate fora de casa contra o City.

Rodgers, que chegou perto de vencer a liga com o Liverpool em 2013-14, garantiu que só está concentrado em seu trabalho no Leicester.

– Sou empregado do Leicester. Meu foco está no Leicester City. Realmente não há comparação – disse Rodgers em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira.

– É empolgante estar envolvido, mas meus pensamentos estão somente com o Leicester e em fazer o que pudermos para conseguir um resultado.

– O Liverpool, naquela época, estava em um estágio diferente. Tínhamos jogadores jovens, jogadores emprestados. Fomos de oitavo para segundo em dois anos, então é uma dinâmica diferente. Merecemos terminar em segundo.

O Leicester, que bateu o Arsenal por 3 a 0 em sua última partida da liga, disputa uma vaga na etapa eliminatória da Liga Europa e está três pontos atrás do sétimo colocado Wolverhampton Wanderers.

Messi atormenta Liverpool

Lionel Messi praticamente colocou o Barcelona na final da Liga dos Campeões ao marcar duas vezes na vitória em casa por 3 a 0 sobre o Liverpool na partida de ida da semifinal na quarta-feira, levando o número de gols que marcou com a camisa do Barça a notáveis 600.

Luís Suárez, ex-jogador do Liverpool, lembrou os visitantes de sua capacidade clínica de finalização ao quebrar o impasse de um jogo até então equilibrado no Camp Nou aos 26 minutos de jogo, embora os comandados de Juergen Klopp tenha tido uma série de chances.

Messi, capitão da equipe catalã, marcou o segundo gol da noite aos 30 minutos do segundo tempo, dominando no peito após chute de Suárez atingir a trave e driblando para marcar.

O argentino então ampliou ainda mais a já gigante vantagem do Barcelona para a partida de volta na próxima terça-feira em Anfield ao marcar a seu estilo, de falta, aos 37 minutos da etapa complementar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *