Temendo quarta onda da covid-19, Coreia do Sul fecha boates e bares

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 9 de abril de 2021 as 11:40, por: CdB

A Coreia do Sul pretende fechar casas de festas, bares de karaokê e outros estabelecimentos noturnos em meio às possibilidades de o país enfrentar uma quarta onda da covid-19.

Por Redação, com Sputnik – de Seul

A Coreia do Sul pretende fechar casas de festas, bares de karaokê e outros estabelecimentos noturnos em meio às possibilidades de o país enfrentar uma quarta onda da covid-19.

Temendo quarta onda da covid-19, Coreia do Sul fecha boates e bares

As medidas devem ser adotadas tendo em vista o aumento do número de novos casos de coronavírus, alimentando temores sobre mais uma onda de surtos. A contagem diária de novos casos atingiu o máximo de três meses nos últimos dias, escreve à agência inglesa de notícias Reuters.

Toque de recolher

Primeiro-ministro do país, Chung Sye-kyun anunciou as restrições que entram em vigor a partir da próxima segunda-feira por três semanas. O atual toque de recolher para jantares às 22h e a proibição de reuniões de mais de quatro pessoas serão mantidos, disse ele.

– Os sinais de uma quarta onda de epidemias que tanto nos esforçamos para evitar estão se aproximando e se tornando mais fortes – disse Chung em um comunicado diário sobre a pandemia. Em seguida, ele completou: “Vamos manter o atual nível de distanciamento, mas reforçar ativamente várias medidas específicas dependendo da situação”.

A Coreia do Sul relatou 671 novos casos de covid-19 na quinta-feira, um dia depois que a contagem diária atingiu o nível mais alto desde o início de janeiro. O total de infecções subiu para 108.269, com 1.764 mortes até agora.