Tempestade de inverno deixa mortos e interrompe vacinação nos EUA

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021 as 13:11, por: CdB

Uma forte tempestade de inverno, com temperaturas extremamente baixas, que passou pelo sul dos Estados Unidos resultou na morte de pelo menos 30 pessoas até esta quarta-feira e deixou milhões de pessoas sem energia elétrica.

Por Redação, com DW – de Washington

Uma forte tempestade de inverno, com temperaturas extremamente baixas, que passou pelo sul dos Estados Unidos resultou na morte de pelo menos 30 pessoas até esta quarta-feira e deixou milhões de pessoas sem energia elétrica.

O Texas foi o estado mais atingido pela tempestade de inverno nos EUA que deixou milhões sem eletricidade

A tempestade atingiu boa parte do sul e do centro do país, e uma nova tempestade de inverno já se aproxima e deverá atingir o sul e o leste nos próximos dois dias.

O Texas, onde raramente são registradas temperaturas negativas, é o estado mais atingido, com a subita alta na demanda por energia elétrica ocasionando diversos blecautes. Em várias cidades do Texas os termômetros registravam temperaturas mais baixas do que no Alasca nos últimos três dias.

A tempestade gerou quatro tornados, um deles no litoral da Carolina do Norte, que deixou ao menos três mortos e 10 feridos. No mesmo estado, quatro membros de uma mesma família morreram num incêndio após usarem uma lareira para se aquecerem.

Outras causas de mortes incluem acidentes de trânsito e acidentes no gelo. Em Houston, uma mulher e uma menina morreram de intoxicação por monóxido de carbono depois de procurarem se aquecer numa garagem com o calor gerado pelo motor de um automóvel.

Parece o Alasca, mas é em Pflugerville, no Texas

Mais de 3,7 milhões de residências, comércios e fábricas sofreram cortes no abastecimento de energia, dos quais 3,2 milhões só no Texas. As geradoras tiveram de implementar um esquema de apagões rotativos. Alertas de interrupção no fornecimento de eletricidade foram registrados também no Alabama, Oklahoma, Kansas, Mississippi e Óregon.

Mau tempo prejudica distribuição de vacinas

Em Austin, os termômetros marcaram temperaturas de até -12º C, bem abaixo da média de fevereiro, de pouco mais de 7º C. No estado do Mississipi, a neve encobriu grande parte da paisagem. As autoridades do estado enfrentam dificuldades para limpar as estradas. Não há veículos limpa-neve suficientes no estado, uma vez que não costumam ser necessários.

O governo norte-americano afirmou que o mau tempo deverá gerar atrasos na entrega de carregamentos de vacinas contra a covid-19. O presidente Joe Biden prometeu enviar ajuda emergencial para as regiões afetadas pelo que chamou de “tempestade histórica”.

Autoridades alertam que a tempestade deve se deslocar para o norte, levando neve e gelo até a região dos Grandes Lagos e a Nova Inglaterra, antes de chegar ao Canadá.

Cidades como Nova York e Chicago, onde a neve já chegava a altura de 46 centímetros, já se preparam para chegada de maiores quantidades de neve.