Tensão entre Rússia e UE emperra Nord Stream 2

Arquivado em: Destaque do Dia, Energia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 13 de janeiro de 2022 as 13:41, por: CdB

A reunião do bloco com líderes da Defesa, em Brest, interior da França, abordou  a polêmica envolvendo o gasoduto que conecta a Rússia com a Alemanha. O chefe da política externa da UE afirmou que, caso a Rússia diminua a atual escalada bélica na região fronteiriça com a Ucrânia, o futuro do gasoduto vai estar nas mãos dos agentes reguladores.

Por Redação, com Sputniknews – de Brest, França

O chefe da política externa da União Europeia, Josep Borrell, afirmou nesta quinta-feira, que a União Europeia (UE) não pode barrar a construção de uma estrutura que esteja de acordo com as regras, citando o principal gasoduto que liga os campos petrolíferos russos aos lares europeus. Borrell também sinalizou que a atual tensão entre a Rússia e a Ucrânia é um fator que pode complicar o início do funcionamento do Nord Stream 2.

Nord Stream
As obras do gasoduto Nord Stream 2 estão praticamente prontas

— Certamente, o funcionamento desta infraestrutura vai depender dos desenvolvimentos na Ucrânia e da atitude da Rússia — disse Borrell a jornalistas, após a reunião com os ministros da Defesa da UE, nesta quinta-feira.

A reunião do bloco com líderes da Defesa, em Brest, interior da França, abordou  a polêmica envolvendo o gasoduto que conecta a Rússia com a Alemanha. O chefe da política externa da UE afirmou que, caso a Rússia diminua a atual escalada bélica na região fronteiriça com a Ucrânia, o futuro do gasoduto vai estar nas mãos dos agentes reguladores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code