Terremoto de alta magnitude atinge a costa leste do Japão

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Natureza, Últimas Notícias
Publicado sábado, 13 de fevereiro de 2021 as 18:40, por: CdB

O epicentro foi próximo à costa de Fukushima, em uma profundidade de 60 quilômetros, afirmou a agência Meteorológica do Japão. Atinguiu às 23h08, horário local (11h08 de Brasília) e sacudiu prédios na capital Tóquio e outros locais.

Por Redação, com agências internacionais – de Fukushima, Japão

Um forte terremoto, com magnitude preliminar de 7,1, atingiu a região costeira no leste do Japão neste sábado, balançando prédios e causando blecautes generalizados, mas não parece ter havido grandes danos e nenhum alerta de tsunami foi emitido.

Apesar da força do terremoto, as autoridades japonesas não registaram mortes, mas houve feridos em Fukushima

O epicentro foi próximo à costa de Fukushima, em uma profundidade de 60 quilômetros, afirmou a agência Meteorológica do Japão. Atinguiu às 23h08, horário local (11h08 de Brasília) e sacudiu prédios na capital Tóquio e outros locais.

Um repórter cinematográfico da agência inglesa de notícias Reuters, em Fukushima, afirmou que seu quarto de hotel no décimo andar balançou com força durante um bom tempo.

— Um homem no hotel foi levado ao hospital após cair e bater com a cabeça em uma porta. Embora ferido, o homem ainda conseguia andar — relatou.

Blecautes

Imagens de televisão também mostraram vidros quebrados na fachada das lojas, enquanto a agência de notícias Kyodo News relatou aproximadamente uma dúzia de feridos, embora nenhuma parecesse grave em um primeiro momento.

Inicialmente, cerca de 950 mil moradias ficaram sem energia, afirmou o porta-voz do governo Katsunobu Kato em uma entrevista coletiva na emissora pública NHK. Os blecautes aparentemente se concentraram no nordeste do Japão, incluindo Fukushima e as regiões próximas.

Não houve ocorrências nas usinas nucleares de Fukushima Daiichi e Daini, ou na usina Kahiwazaki-Kariwa, afirmou a Tokyo Eletric Power Company Holdings, em nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code