Terremoto atinge Indonésia e leva trabalhadores a deixarem escritórios

Arquivado em: América do Norte, Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 23 de janeiro de 2018 as 10:44, por: CdB

O terremoto relativamente raso de magnitude 6 atingiu a ilha de Java, de acordo com o Serviço Geológico dos EUA, mas autoridades descartaram o risco de um tsunami

Por Redação, com Reuters – de Jacarta:

Funcionários de empresas com escritórios em prédios altos de Jacarta deixaram seus postos de trabalho nesta terça-feira após um forte terremoto atingir a capital da Indonésia, mas não houve relatos de imediato sobre mortos ou feridos.

Pessoas deixam edifício em Jacarta após terremoto

O terremoto relativamente raso de magnitude 6 atingiu a ilha de Java, de acordo com o Serviço Geológico dos EUA, mas autoridades descartaram o risco de um tsunami.

Muitas pessoas correram pelas ruas do centro de Jacarta apontando para os prédios, disseram testemunhas. A emissora de TV Metro mostrou pacientes sendo retirados de um hospital.

O tremor foi registrado a 104 quilômetros a oeste da cidade de Sukabumi, a uma profundidade de 33 quilômetros. Jacarta fica a cerca de 100 quilômetros de distância.

– Sentimos o terremoto por 3 a 5 minutos – disse Rudy Togatorop, de 35 anos, que trabalha na embaixada do Chile. “Estava sentado, então senti o prédio balançando. A escada de emergência era bem apertada, fiquei com medo de que algo acontecesse”.

A Indonésia é regularmente atingida por terremotos. Em 2004, um tsunami no oceano Índico após um terremoto matou 226 mil pessoas em 13 países; incluindo mais de 120 mil na Indonésia.

Alasca

Um terremoto de magnitude 7,9 atingiu o Golfo do Alasca nas primeiras horas desta terça-feira; levando as autoridades a alertarem para um possível tsunami no Canadá e na costa oeste dos Estados Unidos; e até mesmo na distante ilha do Havaí. 

Uma rádio local na ilha de Kodiak, no Alasca, localizada perto do epicentro do tremor; fez um apelo aos moradores para fugirem das áreas litorâneas.

– Esse é um alerta de tsunami. Não é um exercício. Por favor fujam para terrenos elevados – disse o locutor da rádio pública KMXT. “Apenas vão para o alto”.

Não houve relatos de imediato sobre danos ou feridos.

O tremor, inicialmente medido com magnitude 8,2, ocorreu 256 quilômetros a sudeste de Chiniak; no Estado norte-americano do Alasca; a uma profundidade de 10 quilômetros, às 7h31 (horário de Brasília); de acordo com o Serviço Geológico dos EUA.

– Se você está localizado nessa região costeira, mova-se em direção ao interior para lugares elevados. Alertas de tsunami significam que um tsunami com inundação significativa é possível ou já está ocorrendo – disseram autoridades em um alerta para Alasca e Colúmbia Britânica (Canadá).

Toda a costa oeste dos Estados Unidos e o Havaí foram colocados em estado de observação para um tsunami.

– Com base em todos os dados disponíveis, um tsunami pode ter sido gerado por esse terremoto que pode ser destrutivo para áreas costeiras mesmo distantes do epicentro – disse o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico.

Caso confirmado, o tsunami atingiria o Havaí a partir de 12h23 (horário de Brasília), acrescentou.

A agência meteorológica do Japão informou que está monitorando a situação, mas não emitiu alerta de tsunami.