Tiroteio em sede de cervejaria nos Estados Unidos deixa mortos

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020 as 11:44, por: CdB

De acordo com a imprensa norte-americana, o homem que iniciou os disparos era um ex-funcionário da empresa e tinha 51 anos de idade.

Por Redação, com ANSA – de Nova York

Pelo menos sete pessoas morreram na quarta-feira em um tiroteio na sede da cervejaria Molson Coors Beverage, na cidade de Milwaukee, nos Estados Unidos.

Homem que iniciou os disparos teria se suicidado no local
Homem que iniciou os disparos teria se suicidado no local

De acordo com a imprensa norte-americana, o homem que iniciou os disparos era um ex-funcionário da empresa e tinha 51 anos de idade. Ele havia sido demitido da cervejaria no ano passado e teria se suicidado após o massacre. A identidade do assassino não foi revelada.

– Essas pessoas foram trabalhar regularmente hoje, como muitas outras. Eles pensavam que no final do dia de trabalho voltariam para casa. Mas tragicamente nunca mais voltarão – disse o prefeito de Milwaukee, Tom Barrett.

Vítimas do tiroteio

Em uma coletiva de imprensa, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentou o ocorrido e prestou solidariedade para as vítimas do tiroteio.

– Gostaria de expressar minhas condolências às vítimas e famílias em Milwaukee, Wisconsin, onde mais cedo um assassino abriu fogo contra (trabalhadores) da cervejaria Molson Coors, tirando a vida de seis pessoas, e deixou outras feridas, algumas em estado grave. Estamos de coração partido por eles – disse Trump.