Tiroteio termina com mortos e feridos na Zona Sul do Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2018 as 11:40, por: CdB

Os policiais foram acionados por volta das 22h e se depararam com os criminosos. Houve uma perseguição na Avenida Borges de Medeiros

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

Um tiroteio entre policiais e criminosos nas ruas da Lagoa, na zona sul, deixou dois mortos e dois feridos na noite anterior. De acordo com a Polícia Militar, assaltantes invadiram e roubaram uma casa na localidade da Fonte da Saudade.

Tiroteio termina com dois suspeitos mortos e um ferido na Lagoa, Zona Sul do Rio

Os policiais foram acionados por volta das 22h e se depararam com os criminosos. Houve uma perseguição na Avenida Borges de Medeiros. Depois que os assaltantes abandonaram o carro, os policiais montaram um cerco e trocaram tiros com os criminosos.

Duas pessoas morreram e duas ficaram feridas no confronto. De acordo com a Polícia Militar, os quatro estavam envolvidos na troca de tiros com os policiais.

O primeiro ferido foi preso ainda no local do confronto. O segundo ferido foi detido já na Cidade Nova, na região central. Um quinto suspeito foi preso na Rua Jardim Botânico.

PM é morto na Baixada Fluminense

O soldado da Polícia Militar (PM) Lutercio Galiza de Souza Filho, de 32 anos é mais uma vítima da violência no Rio. Ele foi encontrado morto dentro de um carro; no iníciona terça-feira, em Queimados, na Baixada Fluminense. No local do crime, foram localizadas 14 cápsulas e várias marcas de perfuração por arma de fogo no veículo em que o policial foi encontrado.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do agente; a 32ª de um integrante da corporação neste ano. O soldado Galiza era lotado na UPP Rocinha, na Zona Sul do Rio, tinha 32 anos, deixa uma filha. Ele estava na PM há três anos.

Segundo informações do 24º Batalhão da Polícia Militar (Queimados); policiais da unidade foram acionados para atender uma pessoa baleada na rua Mondaine; no bairro São Roque. Ao chegar ao local os agentes verificaram que a pessoa estava morta e se tratava de um policial militar. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense vai investigar o crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *