TJRJ realiza audiências de custódia por videoconferência

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 17 de março de 2020 as 12:04, por: CdB

A Justiça do Rio também determinou que os prazos processuais dos processos físicos e eletrônicos estão suspensos de 17 a 31 de março e, pelo mesmo período, fica suspenso o atendimento ao público.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) informou nesta terça-feira que as audiências de custódia, de réu preso, e de apresentação de adolescentes em conflito com a lei, serão realizadas a partir desta terça por meio de videoconferência até o fim do período das medidas protetivas contra o avanço do coronavírus.

Decisão vale até o fim do período das medidas protetivas
Decisão vale até o fim do período das medidas protetivas

Segundo o TJRJ, será permitida, excepcionalmente, a realização de audiências nos processos em que os réus estão presos, “desde que mediante decisão fundamentada do magistrado”, justificando a urgência, apontando risco iminente de prescrição ou de excesso de prazo no tempo de prisão preventiva.

“Nos casos em que o menor for apreendido ou se encontrar internado, as audiências poderão ocorrer, apenas, mediante decisão fundamentada do magistrado, justificando o risco iminente da manutenção da medida restritiva ou de excesso de prazo”, informa o TJRJ.

Os prazos processuais

A Justiça do Rio também determinou que os prazos processuais dos processos físicos e eletrônicos estão suspensos de 17 a 31 de março e, pelo mesmo período, fica suspenso o atendimento ao público.

O objetivo é restringir a circulação nos prédios de público externo, pois entre 40 mil e 50 mil pessoas circulam diariamente somente no Fórum Central.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *